Cães menores são mais problemáticos?

boston-terrier.jpg

Um estudo conduzido pela Universidade de Sydney aponta que a raça do cachorro e fatores históricos influenciam no seu comportamento. Adidas Shop van Nederland O estudo, na realidade, vai até além ao argumentar que a chance de um cão ter comportamentos não desejados está ligada às características físicas do cachorro.

Mais de 8.000 cachorros, de 80 raças diferentes, foram utilizados nesse experimento e ela cruzou dados de altura, peso e do tamanho do crânio com o comportamento dos mesmos.

Dos 36 comportamentos não desejados considerados no estudo, 33 tinham considerável correlação com a altura, o peso e o formato do crânio do cão. Nike Air Max 2016 Heren groen Abaixo mais conclusões do estudo.

Ah, que isso, os pequenos são descontrolados!

De acordo com o autor do artigo publicado no tema, o professor Paul McGreevy, o experimento aponta que quanto mais baixo for o cachorro, menor a capacidade de seus donos controlarem o seu comportamento. air max 1 pas cher Isso leva a diversos problemas de comportamento e pode ser um indicativo de um problema advindo de anos de seleção artificial para o desenvolvimento de raças.

O levantamento concluiu ainda que quanto menor a altura do cachorro, maior a chance dele montar em outros cães, pessoas e objetos e maior a probabilidade de ele ser agressivo com o dono, de demandar atenção e ser hiperativo.

Complementarmente, a pesquisa revelou que quanto mais alto o cachorro, maior o seu nível de adestrabilidade.

Cães com crânio longo não são amigáveis com pessoas desconhecidas

Segundo o estudo, o formato do crânio do cachorro também tem relação com seu comportamento. adidas chaussures homme Cachorros com crânios mais cumpridos, como os Whippets, por exemplo, são bons caçadores, porém tendem a latir mais, a estranhar mais pessoas desconhecidas e a roubar comida.

Já os cães com o crânio curto, como os Pugs, caçam mal, mas mantém ao longo de sua vida uma personalidade amigável, como a de um filhote.

Donos também são responsáveis pela personalidade de seus cães

Uma ressalva importante feita pelo estudo é que, apesar de nós podermos ter fomentado esses problemas ao longo do processo de criação das raças, ao nos preocuparmos mais com os aspectos físicos dos animais do que psicológicos e comportamentais, é possível que a forma como os donos lidam com os diferentes comportamentos de seus cães tenha influência o sob resultado da pesquisa.

Isso acontece pois nem sempre temos os mesmos critérios do que é certo ou errado para diferentes cães. Por exemplo, a reatividade (quando o cão responde agressivamente ao que está sentindo, como, por exemplo, medo) e o ato de montar em cães e nas pernas das pessoas é mais tolerado em cães pequenos do que em cães maiores.

Ao mesmo tempo, talvez por não ser tão intimidador, cães pequenos podem começar a latir e ingressarem em comportamentos agressivos sem serem tão reprimidos. 2017 nike air max pas cher Quantas vezes você já não foi visitar uma pessoa e tinha um poodle miniatura ou um chihuahua que não paravam de latir pra você e o dono quase que não ligava. Agora imagine essa mesma situação com um pastor alemão ou um dogue alemão. Muito possivelmente esse comportamento não seria tão tolerado.

Você incentiva o seu cão a latir?

cachorro_com_sede.jpg

Aproximadamente 30% dos problemas associados ao comportamento de cachorros diz respeito a cães que latem excessivamente.

Para a maioria dos donos, o problema não é que o cachorro late, mas que ele late o tempo todo, por diversos motivos e sem parar.
Comumente, o problema escala ainda mais quando o dono tenta fazer com que o cão pare de latir, o que em alguns casos é interpretado pelo animal como um incentivo para continuar. asics femme pas cher E apesar de algumas raças terem uma predisposição para latir, o problema comportamental de latido excessivo normalmente está associado ao comportamento do dono.

Como você incentiva o seu cachorro a latir quando ele está do lado de fora

Cachorros que passam o dia na frente de um portão às vezes desenvolvem problemas de latido excessivo. Cheap Fjallraven Kanken No.2 O problema, que começa com um pequeno latido e escala para seções de latidos que podem durar horas, continua porque não foi solucionado quando começou.

Quando não corrigido, o próprio latido do cachorro serve como um incentivo para ele latir mais. E assim, um cachorro que latia somente para estranhos passando na rua começa a latir para novos sons, borboletas, pássaros, a lua e tudo que passa pela frente. Para esses cachorros, pode ser necessário tirá-los da frente do portão de forma remover o incentivo.

Quando você grita com o seu cachorro, você está o incentiva a latir ainda mais

Uma das formas de incentivar o comportamento de latir dos cães é gritar com ele quando ele está latindo. Para o cachorro, quando você grita, você reconhece e aprova o comportamento dele. adidas 2017 pas cher Aliás, o seu cão pode até acreditar que você está “latindo” junto e continuar o comportamento para te agradar.

Em alguns casos, dependendo da personalidade do seu cão e intensidade do seu grito, você até pode conseguir que ele pare de latir. Fjällräven Kånken Ryggsäckar Mas, é possível que isso dê início a outros problemas de comportamento, como, por exemplo, medo e ansiedade.

Ao tentar distrair o cachorro enquanto ele late, você está reforçando o comportamento

Especialmente em casos em que o cachorro late por medo, alguns donos dão carinho e petiscos como forma de acalmar o cão. Inicialmente, o cachorro late por medo mas logo entenderá que esse tipo de sentimento, e consequentemente de comportamento, lhe garante petiscos e, por isso, continuará mesmo em situações em que ele não está amedrontado. Ou em alguns casos mais graves, ele pode desenvolver um medo crônico das coisas, já que você está o incentivando a se sentir assim.

O latido do cachorro é a língua dos cães?

O latido do cachorro é utilizado como uma forma de comunicação, normalmente para alertar, marcar território ou chamar para uma brincadeira. air max Em alguns casos, ele serve para informar o resto da matilha sobre um possível perigo, mas também pode ser um sinal de que o seu cachorro precisa de exercício.

Apesar de não ser tão evoluída e complexa quanto a língua dos seres humanos, o latido é uma forma de expressão que serve para passar mensagens simples. Goedkoop Nike Air Max 2016 Aliás, é comum que donos e pessoas que convivem muito com cães consigam diferenciar levemente seu latido para diferentes situações e demandas do cão.

Logo, os cachorros podem latir por uma série de razões, afinal o latido do cachorro é, inclusive, uma forma do cão se comunicar.

Cama de gato que fica pendurada

Quem é que não gosta de uma rede, Adidas Dames não é? Parece um lugar perfeito para descansar e relaxar. Nike Air Max 2016 Heren zwart Que tal se a cama do seu gato ficasse pendurada como uma rede? Agora isso é possível, nike air max 2017 heren groen com essa aconchegante e divertida caminha para gatos. Para mais informações, adidas store acesse: http://fancy.com/things/306903439110045905/Hanging-Cat-Cuddle-Pod?utm=rec  

Cama para gato.  <a href=kanken baratas (Foto: Reprodução / Fancy)” />

Cama para gato.

Gatos entendem chamados, mas ignoram donos

linkanimal_gato_felino_ignorar_dono.jpg

Não é de hoje que donos de gatos e cientistas ficam intrigados com o fato dos gatos não responderem os chamados do donos. Fjallraven Kanken Sale Big Um estudo conduzido pela Universidade de Tóquio e publicado da Revista Cognition Animal revelou que os gatos são capazes de reconhecer a voz de seus donos e até compreender o que eles falam, porém optam por ignorá-los.

Durante oito meses 20 gatos foram observados em resposta a uma série de gravações de áudio, na qual cinco pessoas chamavam o nome de cada felino. Asics Pas Cher Site Officiel Das cinco vozes gravadas, quatro pertenciam a estranhos, enquanto apenas uma pertencia ao proprietário do gato.

A pesquisa pôde ver que o animal sofria alterações físicas durante as gravações de seu dono eram ouvidas, uma vez que havia dilatação da pupila, alteração nos movimentos da cabeça, cauda, orelha e até das vocalizações produzidas.

Cerca de 30% dos felinos testados moviam as orelhas em respostas ao som; 50 a 70% dos gatos moviam a cabeça em reação aos estímulos vocais; enquanto outros 10% reagirammiando. La chaussure de running Asics O levantamento concluiu que os felinos costumam ter uma reação diferenciada ao ouvir a voz do dono, em alguns casos, tinham até reações especiais.

De acordo com o pesquisador Atsuko Saito e Kazutaka Shinozuka, é possível concluir, portanto, que os gatos mesmo identificando a voz de seu dono, optam por não responder ativamente pelo chamado.

Gatos se diferem nos tipos de relações com os seus donos

Já se sabe que os gatos estão em convívio com o homem há mais de 5 mil anos. new balance 996 homme bordeaux No entanto, diferentemente dos cães que foram domesticados para obedecer comandos, os felinos domesticados parecem seguir uma espécie de comando “próprio”.

Os felinos têm sua maneira única de evidenciar o amor pelo deu dono, e a relação do humano e gato é moldada pelo temperamento e o tipo de relacionamento entre eles.

Limpando a orelha do gato

Já fizemos alguns posts sobre como dar banhos em gatos por aqui, mas ainda não tivemos um conteúdo específico sobre a a limpeza da orelha de gatos. asics femme pas cher Procurando informações interessantes e uteis achei uma postagem da Dra. nike air max 2017 pas cher Laila Massad Ribas, veterinária e autora do Portal Medicina Felina, indico esta orientação para todos os leitores:

Para higiene das orelhas dos gatos, basta usar um produto específico e prescrito por um veterinário. fjallraven kanken A aplicação deve ser realiza com cotonetes. Como o tímpano dos gatos fica bem escondido, os tutores podem limpar o animal sem medo de o machucar. sneakers blanc Homme Asics Logicamente, a limpeza sempre deve ser delicada. Ao contrário dos cães, não é preciso limpar as orelhas dos gatos com muita frequência, porque esses pets são muitos limpos e vivem tomando banho da sua maneira. chaussures nike E atenção, caso haja muita secreção escura ou com pus na orelha do gato, isso é sinal de problema.