Quer dar banho em seu gato mas não sabe como? Confira essas dicas!

(Imagem: Shutterstock)

 

Foi-se o tempo em que achavam que gatos não podiam tomar banho. Além de essencial para a saúde, o banho ajuda a evitar alergias e torna a convivência muito mais agradável.

Gatos gostam de tomar banho?

Pessoas acreditam que gatos não gostam de tomar banho, pois não sabem como dar banho neles. Não que adorem água, mas se forem  acostumados desde pequenos e houver  frequência, o banho pode se tornar uma experiência mais tranquila (ainda que dificilmente será uma experiência agradável e divertida).
Aprenda o passo a passo e veja dicas de como dar banho em seu gato

 

Preparação do banho

Pegue toalha e xampu e encha uma bacia ou banheira com água morna para o seu gatinho.

1. Você vai precisar de uma banheira ou bacia para colocá-lo e de uma toalha para enxugar o animal depois. Caso opte pela bacia, coloque um tapete de borracha embaixo para que não corra o risco de escorregar.

Um Shampoo especial para gatos é importante para evitar alergias, além de deixá-lo com um cheiro muito bom. Na dúvida, consulte com o seu veterinário sobre qual é o mais indicado para o seu pet.

Imagem: Google imagens

Imagem: Google imagens

 

2. Encha a bacia de forma que não fique muito cheia para não assustar o felino e evitar possíveis acidentes. A quantidade de água vai depender do tamanho do animal.

O maior cuidado provavelmente seja quanto à temperatura da água, pois ela deve estar morna, jamais muito quente e menos ainda gelada, já que a água gelada assusta o gato e a quente pode machucá-lo. Pense como se fosse dar banho em um bebê.

 Importante: escove os pelos antes de molhá-lo, principalmente se tiver pelos muito grandes. Uma vez molhados, não conseguirá desembaraçá-los. Além disso, vale a pena cortar as unhas do gatinho antes do banho para evitar (ou reduzir) possíveis arranhões.

 Momento do banho

Segure-o com cuidado e lave todo o seu corpo, tomando cuidado com os ouvidos.

3. Segurando o gato com cuidado e jamais apertando demais para não machucá-lo, passe a mão molhada por todo o seu corpo (exceto a cabeça, por enquanto) para que ele se acostume com a temperatura antes de entrar na água.

4. No momento de colocá-lo na banheira ou bacia, vá conversando com ele e fazendo cafuné. Veja, ainda, a posição que ele se sinta mais confortável, se é de pé, sobre as duas patas traseiras apenas, ou de quatro. Faça isso tudo calmamente, observando sempre a reação do gato.

 5. Passe o shampoo sem exagerar e esfregue cuidadosamente as mãos por todo o seu corpo, lavando patas, peito, costas etc. O ideal é enxaguar até três vezes o animal para eliminar qualquer resquício do produto.

 Nunca tente afundar seu gato na água! Use as mãos, um copo plástico ou concha para despejar a água nele. Se for usar chuveirinho, muito cuidado e jamais jogue água no rosto, muito menos nos ouvidos, pois pode causar otite, além de deixá-lo irritado. 

6. No momento de enxaguar a cabeça, use somente sua mão e tape os ouvidos do seu pet com muito cuidado.

O uso de condicionador é optativo e só deve ser considerado também caso o animal já esteja acostumado a tomar banho, pois o pelo vai demorar um pouco mais para se secar com o uso desse produto.

 Depois do banho

Seque-o usando toalha e secador até que os pelos estejam bastante secos e soltos.

7. Após enxaguar bastante, retire o animal cuidadosamente e envolva em uma toalha. Se necessário, use 2 toalhas, uma para segurar e outra para enxugá-lo. Remova o máximo de água que puder, para deixar a etapa do secador o mais curta possível.

8. Sempre use um secador, garantindo que os pelos estejam secos até a raiz. De todas maneiras, fique atento: é bem provável que seu gato odeie o barulho do secador. Além disso, cuidado com a temperatura do ar quente: garanta que seu gato esteja a uma distância confortável (vá colocando sua mão junto a ele para sentir como está a temperatura).
Em casos de gatos com pelagem mais longa, é indicado que o uso de secador junto com uma escova para garantir que os pelos estejam totalmente secos e livres de nós.
9. Por fim, vale recompensar seu gatinho com seu biscoito ou aperitivo favorito e torcer para que ele tenha uma memória positiva de toda esta experiência.
E então, agora que já viu passo a passo como dar banho em seu gatinho e conferiu dicas importantes, que tal deixar seu animal de estimação limpinho e cheiroso?

 

Algumas dicas podem ajudá-lo ainda mais, como começar aos poucos a acostumá-lo com o banho. Ao sentir ele nervoso, não o segure com força demasiada. É do instinto felino não ser dominado e ele pode se sentir acuado. Vá aos poucos, com calma.

Fonte: Agenda Pet

A Núcleovet dispõe de uma apostila especializada em banho e tosa, com dicas essenciais para você cuidar do seu animal de estimação. Se você deseja adquiri-la clique aqui.

Equipe Núcleovet.

Comentários no Facebook