Quer trabalhar com banho e tosa? Dicas de como se preparar!

Imagem: Google Imagens

Imagem: Google Imagens

Não é novidade dizer que os animais conquistaram um espaço essencial nas famílias brasileiras. Atualmente, o mercado pet possui um crescimento de mais de 23% ao ano e, só no Brasil, existem cerca de 40 mil pet shops.

Ainda que as lojas para animais comercializem diversos produtos, existe um serviço que é essencialmente prestado por elas: o famoso banho e tosa. Hoje em dia, dezenas de animais são levados aos pet shops com essa finalidade. Além de ser um serviço que fideliza clientes, também é responsável por grande parte dos lucros desses estabelecimentos.

Se você está pensando em trabalhar na área, veio ao lugar certo: aqui você terá acesso a todas as informações de que precisa sobre os cursos de banho e tosa, desde o conteúdo programático até as especializações que poderá realizar no futuro.

 Segurança e bem-estar animal

Cursos de banho e tosa devem realizar palestras sobre bem-estar animal e como evitar acidentes

 

A quantidade de acidentes em pet shops pode ser enorme se o estabelecimento e os funcionários não forem cuidadosos, principalmente nas salas de banho e tosa. Por isso, todos os cursos da área devem fornecer palestras sobre como evitar esses sérios imprevistos antes do início das aulas práticas.

Acredite ou não, mas o secador é o grande responsável pela maioria dos acidentes de banho e tosa, visto que pode provocar queimaduras sérias e machucar os olhos dos animais. As máquinas, alicates de unha e tesouras também devem ser manuseadas corretamente e com muito cuidado e, até mesmo, a temperatura da água precisa ser verificada sempre.

O próprio estresse do animal pode levá-lo ao óbito durante um banho e, por isso, paciência, técnica e carinho são essenciais para um bom trabalho.

 Conteúdos dos cursos de banho e tosa

Confira os conhecimentos básicos que você deve adquirir durante esses cursos

Os conteúdos programáticos dos cursos dessa área costumam variar de escola para escola. Entretanto, existem matérias que são fundamentais para que você seja um excelente banhista e tosador. Então, antes de decidir em qual instituição realizará o seu curso de banho e tosa, preste atenção se ela o ensinará a:

  • manusear todos os materiais utilizados e higienizá-los adequadamente;
  • preparar o animal para o procedimento e, inclusive, a lidar com pets estressados, medrosos, agressivos etc.;
  • dar banho corretamente em cães e em gatos;
  • fazer a tosa higiênica em cães com diferentes pelagens;
  • realizar a tosa com máquina;
  • realizar a tosa com tesoura;
  • secar os animais de diferentes pelagens;
  • escovar os diferentes tipos de pelo;
  • fazer a higienização das orelhas;
  • cortar as unhas;
  • fazer a tosa padrão de raças específicas, como Poodle, Schnauzer, Cocker Inglês, Cocker Americano, Yorkshire e Shih Tzu.

Existem escolas que também oferecem aulas sobre escovação dentária, coloração de pelagem e hidratação. Técnicas mais avançadas costumam ser passadas em outros cursos de especialização.

Cursos de especialização

Veja outros cursos relacionados que podem garantir seu lugar no mercado de trabalho

Junto ao crescimento do mercado pet, veio também o aumento de profissionais formados nos mais diversos cursos dessa área. Para garantir o seu espaço nessa área, que tal buscar outras especializações após o curso de banho e tosa? Conheça algumas:

  • esteticista animal;
  • tintura de pelos;
  • aperfeiçoamento na tesoura;
  • penteados em cães;
  • ofurô para cães;
  • cauterização;
  • escovas e alisamentos;
  • tatuagem em cães e muito mais.

Como trabalhar em pet shop com banho e tosa?

Veja dicas que podem ajudá-lo a conseguir uma vaga para trabalhar com banho e tosa

(Imagem: Shutterstock)

  • A principal dica para conseguir um emprego na área de banho e tosa é reunir informações sobre a escola onde pretende fazer o curso. Muitas delas oferecem estágios não remunerados ao final das aulas e, depois, garantem indicações para pet shops conveniados.
  • Outra sugestão é especializar-se e cumprir todos os estágios que tem direito, tanto do curso de banho e tosa quanto das outras especializações. Aproveite para ter mais contato com todas as raças mais conhecidas e aprimore suas técnicas.
  • Busque anúncios de pet shops na Internet e vá conhecer os locais. Aproveite, também, para visitar vários estabelecimentos e deixar o seu currículo. Demonstre sempre amor, carinho e respeito pelos animais.
  • Invista em seus contatos e conheça pessoas da área. Não desanime com rejeições e faça amizades, sempre com simpatia e respeito.
  • Uma boa ideia é começar trabalhando por conta própria: atualmente, muitos banhistas e tosadores oferecem seus serviços e trabalham nas casas dos próprios clientes.

 

Fonte: Agenda Pet

Equipe Núcleo Vet

Enfermeiro Veterinário? Auxiliar Veterinário?

Imagem: google Imagens

Imagem: google Imagens

As carreiras na área de medicina veterinária estão em grande desenvolvimento devido à procura de mercado, que aumenta a cada dia.

Entre as opções para quem gosta de animais e quer seguir na carreira, estão cursos de auxiliar veterinário e técnico veterinário. Confira dicas sobre como iniciar sua carreira, onde fazer um curso na área e quanto pode ganhar.
A procura pela especialização de auxiliar veterinário tem sido alvo não apenas de candidatos que desejam ingressar nessa profissão, mas também daqueles que procuram usar o curso como teste vocacional para decidir se farão a faculdade de medicina veterinária ou não. Há também outros profissionais, como criadores, adestradores, passeadores, donos e atendentes de pet shops que desejam ter o aprendizado como diferencial em suas funções e negócio.
Mesmo pessoas que são apaixonadas por bichos fazem o curso para atuar melhor como voluntários em ONGs, situações de resgate e primeiros socorros.

Carreira de Enfermeiro ou Auxiliar Veterinário

É importante conhecer mais sobre o curso de auxiliar veterinário e quanto ganha antes de fazer um. Também não existe curso técnico ou superior reconhecido pelo MEC para que os interessados tenham formação específica. Mas há empresas que oferecem cursos com certificação, ministrados por veterinários e outros profissionais ligados à área, que preparam o candidato para a vivência clínica e hospitalar.

Onde trabalhar?

enfermagem1Basicamente em Clínicas e Hospitais veterinários, sendo possível também trabalhar em Ongs, Zoológicos e Pet shops.

São muitas faculdades que disponibilizam cursos de medicina veterinária, mas existe como opção realizar somente um curso de auxiliar veterinário para ingressar em seu primeiro emprego na área.

Em Portugal Já existe Curso Superior em Enfermagem Veterinária, porém, esse curso ainda não é reconhecido no Brasil.

 

Quanto pode ganhar?

A média salarial de um auxiliar veterinário é de R$ 750,00 a R$ 800,00 na cidade de São Paulo e em Belo Horizonte. Há variações de salário de acordo com o grau de instrução e também de acordo com o estado ou a localidade em que mora.

Além do piso salarial, quem trabalha no período noturno tem direito a um adicional de 50%, também a horas extras de 100% e outros benefícios que variam de acordo com a empresa.

A profissão de auxiliar veterinário consta na Classificação Brasileira de Ocupações do Ministério do Trabalho e Emprego (ocupação 5193-05) desde 2002, mas ainda não há regulamentação (lei que normatiza a profissão, cuja apreciação é feita pelo Congresso e sancionada pelo presidente da República).

O que faz?

O auxiliar veterinário trabalha junto a médicos veterinários, auxiliando em curativos, administração de medicamentos receitados pelos médicos e procedimentos de assepsia ou até mesmo ajudar durante uma cirurgia ou auxiliando o médico veterinário em alguns procedimentos realizados, ajudando e apoiando nas técnicas aplicadas nos animais.

Onde fazer o curso?

Apesar de não serem reconhecidos pelo MEC, os centros de ensino e hospitais trazem a experiência clínica para a sala de aula. Os cursos de auxiliar veterinário podem ser tanto presenciais como à distância, visto que a modalidade de cursos online aumentou muito nos últimos tempos. Assim, há cursos online que facilitam o aprendizado do aluno.

Diversas instituições oferecem cursos na área, cabendo a cada um escolher o que está de acordo com suas necessidades. Entre as disciplinas estudadas em um curso de auxiliar veterinário estão diversas matérias relacionadas à área de medicina veterinária. No curso, os alunos aprendem técnicas e melhores práticas de higienização, noções básica de fisiologia e da anatomia de cães e gatos, análise de gravidade do estado de saúde, sinais e sintomas, punção, auxílio à clínica veterinária e ao centro cirúrgico, instruções de auxílio à internação, curativos, coleta de exames, além dessas disciplinas os cursos também incluem legislação, técnicas de resgate, informações sobre comportamento dos animais, manejo, atendimento ao cliente, etc.

 Em Belo Horizonte, quem estiver interessado em fazer esse curso, pode contar com a NúcleoVet. O curso de 400 Horas tem a duração de 12 Meses, com aulas presenciais um final de semana por mês. para mais detalhes acesse: http://nucleovet.com/cursos.html

Por que fazer um curso na área de medicina veterinária?

Quem ainda está na dúvida se deve prestar um curso na área de medicina veterinária, pode ter

Imagem: Google Imagens

Imagem: Google Imagens

como dados alguns números do mercado pet.

O Brasil fica atrás apenas dos Estados Unidos em relação ao número de animais domésticos, Segundo os dados mais recentes divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), no ano passado, o segmento faturou R$ 14,2 bilhões e respondeu por 0,32% do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas de um país).

É interessante ingressar na área através de um curso de auxiliar veterinário para então fazer sua faculdade de medicina veterinária. Mesmo que inicialmente possa não ganhar muito fazendo o que gosta, com uma faculdade de medicina veterinária poderá ganhar um salário médio de R$ 2.500,00 a R$ 3.000,00, sendo que empresas de medicamento pagam, em média, de R$ 5.000,00 a R$ 6.000,00.

Lógico, vale ressaltar que não adianta fazer um curso na área de medicina veterinária se não gostar de animais. Em primeiro lugar, vem a paixão pelos pets e, depois, a vontade de fazer um curso e seguir uma carreira de auxiliar veterinário. Gostar de animais é fundamental, porém, em excesso, pode prejudicar. Muitas vezes é preciso ter paciência, sangue frio para situações de emergência e até saber lidar com a morte, já que, para alguns casos, a eutanásia é a única forma de aliviar o sofrimento do animal. É preciso entender e ter a emoção controlada, além de ser gentil com os donos, que normalmente estão nervosos por causa da saúde do seu melhor amigo ou daquele que consideram como um filho. Além disso, é importante sempre pesquisar diversos locais antes de tomar uma decisão e optar pelo melhor curso.

Assim como outras profissões, o auxiliar veterinário precisa ficar atento ao trabalho que pode e não pode desempenhar para não cometer crime. O exercício ilegal da profissão de médico veterinário é considerado um delito, devendo ser denunciado ao Ministério Público e à polícia.

Como o nome já diz, o auxiliar pode apenas auxiliar o médico veterinário, como, por exemplo, na contenção de animais, limpeza e desinfecção de mesas de atendimento e equipamentos utilizados, ou mesmo em cirurgias, mas sempre auxiliando, jamais realizando procedimentos sozinho.

 

Equipe NúcleoVet

Como montar um pet shop

Imagem: DivulgaçãoAssim como qualquer outro tipo de negócio, para descobrir exatamente como montar um pet shop é preciso muito planejamento e análise. Iremos falar um pouco da atividade pet shop e orientá-lo (a) de como proceder a fim de fazer o planejamento completo do negócio.

Quanto mais tempo você gastar no planejamento para montar o pet shop mais tempo e dinheiro você economizará refazendo processos e às vezes até constatando que o negócio é inviável no formato e localização atual. Continuar lendo

Creche para Cães. Você já ouviu Falar?

crecheparacães1Que o ser humano está cada vez mais preocupado com a saúde e o bem estar do seu cão (seja por amor ou pressão ou até mesmo medo de ser processado) a gente já sabe, mas até que ponto isso pode ser considerado exagero?

Uma das novidades do mundo pet, é a creche para cães, você já ouviu falar?

A creche não se assemelha em nada a uma creche para crianças, mas tem feito os mais céticos arrepiarem a espinha só de ouvir falar. Pensando principalmente neles, vim aqui dar mais informações sobre como funciona uma creche para cães.

O grande problema que um dono de cão pode enfrentar se chama agressividade canina e a agressiva ocorre por vários fatores como medo, doença e principalmente situações de estresse. Em um mundo como o de hoje, ter tempo é luxo, certo? Mas sabemos que nossos cães para serem equilibrados precisam de Exercício, Disciplina e amor, pensando nisso, como conseguimos completar esses três passos para proporcionar equilíbrio aos nossos pet?

A resposta é Simples. Não conseguimos! Não sem uma organização acirrada da nossa agenda e ainda assim cometemos muitas falhas. Pensando nisso, adestradores e algumas clinicas e Petshops começaram a disponibilizar um espaço para seus clientes, levarem seus cães para brincar e se socializar com outros cães e aprenderem comandos básicos de adestramento. E assim surgiu a Creche para cães.

As creches funcionam basicamente assim. você entrega seu animal aos cuidados de monitores capacitados e segue para sua rotina, enquanto isso seu cão passará por uma triagem, será colocado para se socializar com cães de mesmo temperamento e passará o dia brincando, aprendendo comandos básicos e gastando toda aquela energia que ele normalmente gasta destruindo o sofá, no final do dia e da sua rotina, você recebe um cão completamente relaxado e feliz.

As creches ainda são novidades no Brasil e não costumamos encontrar muitas por aí. Aqui em Belo Horizonte por exemplo eu conheço apenas duas, talvez por ainda não ser tão divulgada ou por não terem ainda um nível de clientes fidelizados.crecheparacães2

Uma coisa eu admito, para quem ama animais, sente a necessidade de ter um cão por perto, mas não tem tempo para se dedicar completamente, é uma ajuda e tanto.

Então se você curtiu a ideia e mora em Belo Horizonte ou nas proximidades, vale a pena conferir com mais detalhes sobre creches caninas.

Aqui em BH conhecidas temos a Animalle Mundo Pet e a Aufabeto creche para cães.

Espero que vocês tenham gostado da postagem de hoje.

Abraços

Suzan Afonso e Equipe NúcleoVet

Startup cria aplicativo para dono brincar com pet a distância

Animais se divertem correndo atrás de laser, e donos acompanham em tempo real

petcube equipe sócios (Foto: divulgação)

Quem sente remorso por deixar os pets sozinhos em casa poderá contar, em breve, com uma solução inovadora. Os ucranianos Alex Neskin, Yaroslav Azhnyuk and Andrey Klen lançaram o Petcube para entreter animais de estimação enquanto os donos estão ausentes.

A proposta consiste em um estiloso cubo de 10 cm de lado, que deve ser posicionado em um lugar estratégico da residência. O equipamento possui câmera de vídeo, microfone, caixa de som e um feixe de laser, tudo conectado à rede wi-fi. Continuar lendo