Faça um monstrinho divertido para o seu amigão

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Divertido e fofo, não?
Muito fácil de fazer, pode ser costurado a mão ou na máquina. O material a ser usado pode ser um suéter ou moleton 100% algodão, ou uma lonita e ainda um Jeans descartado. Para olhos e boca você pode usar retalhos de feltro ou tecido de outra padronagem.

MOLDE
IMG 5427 778x1024 12 Days of Handmade Gifts  DIY Pet Toys

Desenhe e recorte num papel  o molde (pode ser sulfite, papel de embrulho, etc)
Coloque sobre o tecido, prenda com alfinetes e recorte o tecido. Para o corpo use tecido duplo.
IMG 5421 464x600 12 Days of Handmade Gifts  DIY Pet Toys

IMG 9020 copy 596x600 12 Days of Handmade Gifts  DIY Pet Toys

Veja o resultado esperado. Para braços e pernas bem longos você pode usar o tecido das mangas do casaco. Coloque o molde dos olhos, da boca sobre o corpinho recortado, veja se está como gostaria, movimente até encontrar o lugar ideal. Marque com uma caneta, hidrocor ou de tecido, a pupila dos olhos, você pode também costurar se preferir. Agora una  as partes do seu boneco  e costure. Você pode fazer uma língua de cobra como esta =D
IMG 5420 448x600 12 Days of Handmade Gifts  DIY Pet Toys

IMG 5419 448x600 12 Days of Handmade Gifts  DIY Pet Toys

IMG 5422 448x600 12 Days of Handmade Gifts  DIY Pet Toys

Pronto! Agora é só surpreender seu amigão!!!

IMG 9068 copy 599x600 12 Days of Handmade Gifts  DIY Pet Toys
Beauregard, esse lindo Wipped, não podia esperar para o seu brinquedo ficar pronto.
Aproveite roupas que vai descartar e crie monstrinhos divertidos, solte a sua imaginação. Depois você pode doar para abrigos de animais =D

Fonte imagens e tutorial:http://www.mysocalledcraftylife.com/2012/12/12/12-days-of-handmade-gifts-diy-pet-toys

Como fazer uma fonte barata com material reaproveitado

Seu gato se recusa a tomar água na vasilha? Só toma água da pia do Banheiro? Veja como fazer uma fonte de água bem eficiente e o custo fica em torno de 30 reais.

O material necessário é:
– uma bombinha para aquário
– um pedaço de cano de “6”
– um pedaço de mangueirinha de chuveiro
– uma vasilha de 10 cm de profundidade
– um caninho curvo para a ponta da mangueirinha
– um cotovelo 3/4
– um pedacinho de tela – dobrada 2 vezes (tipo tela para pernilongos)

O passo a passo é por fotos, mas parece bem simples!!

Tela dobrada 2 vezes
importante para proteger a bomba de impurezas

 

 

 

Resultado final!!

Gostaram?! Façam e nos contem se deu certo!

Fonte: Dicas para Gateiros

Como Construir um Canil

Quem tem um cãozinho de estimação em casa sabe que é muito importante providenciar um espaço adequado às necessidades de seu bichinho, pois nem sempre é possível manter o amiguinho dentro de casa ou solto no quintal e nesses casos a construção de um canil se mostra uma boa opção. No entanto, ao construir o lar para o cãozinho o dono deve lembrar que, assim como as casas, os canis devem ter certas características para que sejam confortáveis e atendam às necessidades de seus moradores.

“Assim como as casas, os canis devem ter certas características para que sejam confortáveis e atendam às necessidades de seus moradores.” Foto: Reprodução

“Assim como as casas, os canis devem ter certas características para que sejam confortáveis e atendam às necessidades de seus moradores.” Foto: Reprodução

O primeiro passo para a construção do canil é definir qual será o seu tamanho, que deve ser dividido em duas áreas: uma área coberta, o quarto, e outra descoberta, chamada solário. No quarto, é importante que haja espaço suficiente para o bichinho deitar e se virar, já o solário deve ser grande o suficiente para permitir que o cãozinho se movimente livremente. As cercas, paredes e portões devem ter no mínimo 1,5 metros de altura sobre uma mureta de 50 cm de altura, pois isso evita o enferrujamento das áreas metálicas.

No local onde será construído o canil, o dono precisa perceber muito bem o equilíbrio da temperatura, relacionado com a incidência de luz do Sol, a umidade do ambiente e sua ventilação natural, pois isso propicia o ambiente ideal para o cachorro e também facilita a limpeza. O conforto térmico do cãozinho é fundamental tanto para o calor quanto para o frio, portanto ao escolher o material a ser usado para a construção das paredes e telhado, os de barro são os mais recomendados. O canil pode ser feito com o teto com laje, coberto por um telhado e sustentado por paredes de tijolo maciço ou furado, que garantem uma temperatura bem agradável ao animalzinho no abrigo. Dentro do quartinho fechado, deve ser adicionada uma caminhapara proteger o pet do frio, além de evitar a formação de calos nele.

A colocação de azulejos nas paredes garante maior durabilidade da construção, além de ajudar na limpeza. Porém, o chão antiaderente se mostra melhor que o piso ou revestimento liso, que apesar de parecer mais fácil de limpar, torna o contato repetitivo da patinha do animalzinho propício para o desenvolvimento de doenças articulares. O chão do canil pode ser levemente inclinado para fora e com uma calha com cano passando através da mureta do portão para facilitar o escoamento da água no momento da limpeza. Se possível e o dono puder, um ponto de luz para iluminação noturna e um de água para a instalação de um bebedouro automático fixado à parede também podem melhorar a atmosfera aconchegante do ambiente.

Independente da decisão tomada, o dono jamais deve se esquecer de que o cãozinho precisa sair do canil para passear, pois isso assegura que ele seja saudável, livre de estresse e com felicidade o bastante para contagiar tanto o dono quanto a ele mesmo.

Equipe Núcleo Vet