Pesquisa comprova que os gatos gostam mais das mulheres

mulher-ama-gato-web.jpg

Quem tem um gato sabe e não duvida de que eles amam seus donos incondicionalmente, ainda que nem sempre saibamos identificar como eles nos mostram esse amor.

Ainda assim, de acordo com um estudo publicado no Jornal de Processos Comportamentais, os gatos preferem as mulheres aos homens.

O relacionamento entre gato e dono é mais profundo do que imaginamos

Para reunir os dados necessários para o estudo, os donos e seus gatos foram submetidos a testes para identificar alguns traços importantes de sua personalidade e em seguida foram gravadas 41 interações entre eles.

Dentre as descobertas dos pesquisadores, destaca-se o fato de que o comportamento dos gatos e de seus donos são influenciados uns pelos outros.

Nesse sentido, o estudo apontou que alguns gatos que tinham mulheres mais expansivas como donas precisavam de sinais bastante sutis, como um simples eriçar da cauda, para mostrar para suas donas que eles desejavam se aproximar delas naquele momento. E foram além ao afirmar que isso provavelmente estava associado ao histórico do relacionamento que as donas tinham com seus gatos.

Aliás, o estudo apontou uma tendência: os gatos se aproximaram das donas que eram mulheres mais frequentemente do que os gatos que tinham homens como donos, sendo que os gatos que tinham donas eram os responsáveis por iniciar o contato mais vezes do que os que tinham donos.

Os pesquisadores apresentaram que os gatos tendem a lembrar momentos passados de carinhos e afagos e a retribuir esse favor mais tarde, algo que acontecia mais frequentemente com mulheres. nike tn pas cher Aliás, o estudo atestou que se os donos aceitassem os desejos dos gatos de interagir, os gatos provavelmente iriam também aceitar esse desejo dos donos no futuro.

A co-autora do estudo, Dorothy Gracey, explica um pouco mais desse comportamento:

“O relacionamento entre um gato e um humano pode envolver atração mútua, compatibilidade de personalidade, facilidade de interação, brincadeira, afeto e apoio social. Fjallraven Kanken Kids O humano e seu gato podem mutuamente desenvolver interações ritualizadas que mostram uma compreensão substancial e mútua das inclinações e preferências de cada um.”

Os gatos são apaixonados pelos donos e demonstram esse carinho de diversas formas, dentre elas copiar a rotina diária do dono e passar o dia reservando sua energia para brincar quando o dono chegar em casa. Mas ainda assim, o comportamento do gato se intensifica quando seu dono é uma mulher.

Como os gatos agem quando estão com suas donas

O estudo revela que o motivo que faz com que os gatos estejam mais próximos das mulheres é que elas interagem com os seus gatos – sejam eles machos ou fêmeas – mais do que os homens e, além disso, de uma maneira mais carinhosa. Sendo assim, elas têm frequentemente um relacionamento mais intenso com os seus gatos em comparação aos homens.

Por conta disso, os gatos também se aproximam mais de suas donas e tomam a iniciativa mais vezes de entrar contato, através de tentativas de comunicação e ações como pular no colo.

Um gato age com a dona como um bebê age com a sua mãe

Assim como acontece com bebês, que através do choro sinalizam para a sua mãe quando querem comer e receber colo, o gato, por meio do seu miado e linguagem corporal, comunica frequentemente para a sua dona quando ele quer receber carinho e se alimentar. Similarmente, a comida serve, em ambos os casos, como a principal forma da “mãe” mostrar carinho e atenção ao seu “filho.”

A comunicação entre gatos e seus donos é tão forte que ambos conseguem expressar a sua necessidade de dar e receber carinho e atenção, além de compreender a necessidade do outro. Chaussures Nike Aliás, os pesquisadores concluíram que gatos e os seus donos são altamente influenciados um por outro.

Por exemplo, quando o gato está no colo de sua dona, ele, por vezes, começa a agir como um bebê. Paralelamente, a dona tende a agir como uma mãe, que conversa com o filho e oferece calor e conforto da melhor forma possível. mochilas kanken baratas Essa comunicação é intensificada com mulheres extrovertidas e gatos novos e ativos. Nesses casos, os gatos precisavam apenas dar dicas sutis para serem compreendidos por suas donas.

Como os gatos enxergam seus donos

Gatos se relacionam com humanos e principalmente com as suas donas, como parceiros sociais. Soldes Nike Pour Femme Aliás, os gatos enxergam os seus donos como gatos gigantes, e não como membros de uma espécie diferente. fjallraven kanken classic Eles lembram da bondade dos seus donos e retornam o favor em um momento oportuno.

Por que alguns gatos e cães se amam, e outros se odeiam

como fazer cães e gatos se darem beme. Eles podem ser melhores amigos, como esses dois

Cachorros e gatos nem sempre se entendem e várias vezes isso ocorre por que o jeito como eles se comunicam é bastante diferente. Sabendo disso, elaboramos esse artigo para te explicar o que é necessário para fazer cães e gatos serem bons amigos ou, no mínimo, terem uma convivência harmoniosa.

Como a evolução explica por que os cachorros correm atrás dos gatos

Muitas pessoas quando pensam em cachorros juntos com gatos imaginam o primeiro correndo atrás do segundo. E isso ocorre por conta da natureza dos dois animais. Os gatos são pequenos e frágeis e quando se veem em alguma situação de perigo, como, por exemplo, trombar com um cachorro enorme por aí, geralmente fogem da situação para se manterem seguros.

Já os cachorros, caçadores natos, instintivamente correm atrás de objetos em movimento, sendo que algumas raças apresentam isso de forma mais acentuada do que outras. Os gatos também tendem a ter seus momentos de caça, mas frente ao tamanho e força de um cão, eles se consideram em desvantagem, sendo nesse momento, antes presa do que caçador.

Sendo assim, quando um gato e um cachorro se conhecem pela primeira vez, é comum o gato correr do perigo e o cachorro correr atrás. Isso não significa que eles não se gostam mas é a forma que os dois agem instintivamente a algo novo e diferente.

Cachorros e gatos interpretam os mesmos sinais como coisas diferentes

A razão mais comum que há desentendimento entre cachorros e gatos é que os dois usam as mesmas posturas corporais mas para passar diferentes mensagens. Chaussures Asics Pas Cher Sinais considerados amigáveis para um gato comumente são os mesmos sinais utilizados por cachorros para demonstrar agressividade. Por outro lado, vários cachorros que querem ser amigos de gatos também não são bem acolhidos.

Por exemplo, quando o cachorro eleva a rabo e coloca as orelhas para frente, ele está dando um sinal de dominância e possível agressividade. nike tn pas cher Já o gato levanta o rabo dele para mostrar que ele tem boas intenções e quer brincar e é um dos sinais mais amigáveis que o gato pode oferecer para o cachorro.

Quando um cachorro quer brincar, ele abana o rabo e, várias vezes, utiliza sinais de submissão. Quando ele vê o gato com o rabo para baixo e as orelhas para trás, ele interpreta isso como um sinal de que ele pode se aproximar. Porém, para gatos, essa linguagem corporal é um sinal de que ele pode atacar.Outro sinal é os olhos. Nike Air Max 2016 Dames Wit Quando algo se aproxima de um gato, ele olha atentamente a esse objeto, mesmo quando ele não necessariamente considera aquilo uma ameaça e se mantêm alertas. Já o cachorro interpreta tal encarada como uma afronta e uma ameaça.

Os dois animais acham que um está querendo brincar quando normalmente querem dizer outra coisa. Em alguns casos, a confusão é o suficiente para gerar um trauma e fazer com que um animal se estresse toda vez que interagir com a outra espécie. Cheap Fjallraven Kanken No.2 Em vários casos, o cachorro desenvolve um medo do gato e evita chegar perto.

Como fazer cães e gatos a se darem bem

Embora eles falem línguas diferentes, os cachorros e gatos podem aprender a conviver e entender os sinais uns dos outros. Aliás, um estudo analisa quais são são as condições perfeitas para que cachorros e gatos convivam bem na mesma casa.

Normalmente, é mais fácil apresentar os animais quando os dois são filhotes mas é possível fazer a introdução mesmo depois de adultos. Os cachorros são animais que vivem em matilhas enquanto os gatos tendem a ser mais solitários e por esse motivo territorialistas.

Sendo assim, quando o cachorro nunca teve uma experiência ruim com um gato, é mais fácil apresentar um gato a um cachorro do que vice versa. Isso por que o cachorro enxerga o novo gatinho como um potencial membro da matilha. Já o gato, que estabeleceu o seuterritório na casa, pode enxergar o cachorro como uma ameaça.

Em casos em que um dos filhotes é adotado por um animal de outra espécie, não é incomum ele aprender a agir como o animal que o acolheu. nike tn femme Um filhote de gato que foi apresentado e criado por um cachorro, por exemplo, pode aprender a esperar os donos na porta de casa quando eles chegam. Alguns aprendem a pedir carinho na barriga e não é incomum ver o cachorro se lambendo como um gato e ver gatos correndo até a porta para pedir carinho aos donos como os cães.

A verdade é que os donos cumprem um papel muito importante durante esse período de apresentação de um para o outro e de adaptação. Entender como eles se comunicam, o que é importante para cada um dos animais se sentir confortável e não forçar situações desagradáveis é um grande primeiro passo para criar uma relação harmoniosa entre essas duas espécies.

Foto principal: Pals por Jeffrey W.

O jeito que você trata o seu cachorro é normal?

Para você que chama o seu cachorro de filho, que compra roupinhas e faz questão de apresentar coisas novas e interessantes para o seu cachorro; para você que dar um presentinho para o seu cachorro no Dia das Crianças e espera um afeto especial no Dia das Mães: você, mãe de cachorro, não é louca.  Aliás, é bem mais normal do que pensa!

Mulher beija cachorro na boca

Para o seu cachorro, você é uma MÃE

Não é somente nós que enxergamos os nossos cães como filhos e ficamos preocupados com o seu bem estar e felicidade.  Eles também nos enxergam como suas mães e fazem questão de se comportarem de forma diferente quando estão ao nosso redor.

Aliás, em um estudo em que cães precisavam brincar com um brinquedo interativo para ganhar um petisco, os cachorros se animavam mais e brincavam com mais êxito quando os seus donos estavam presentes.  Da mesma forma que uma criança quer agradar o seus pais, o seu cachorro quer te agradar e adora fazer as coisas quando você está por perto.

Então fique orgulhosa e aproveite esses momentos deliciosos com o seu cão.  Sabendo disso, você até se sente mais tranquila de comprar brinquedos especiais para o seu peludo e usar roupas que declaram ainda mais o amor que você tem pelo seu pet.

Vários donos acreditam que, além dos cães, todos os animais os enxergam como pais, mas isso não é verdade.  Por exemplo, embora gatos amem seus donos e os tratam diferente do que outras pessoas e animais, eles enxergam seus donos como gatos gigantes ao invés de como pais.

Mães com filhos “humanos” também enxergam os seus cães como filhos. 

Esqueça aquela teoria de que são somente mães sem filhos que enxergam os seus cachorros como filhos.  A maioria de nós, mesmo quem tem uma criança em casa, sempre enxergará seus cães como filhos.

Em um estudo pequeno publicado no jornal PLoS ONE, 14 mulheres responderam vários questionários que avaliaram o seus nível de apego e estresse relacionado aos seus filhos. Além desse questionário, fotos foram tiradas de seus filhos e cachorros.  Em seguida, os cérebros das mulheres foram analisados usando um máquina de ressonância magnética, de forma que os pesquisadores pudessem olhar especificamente às áreas do cérebro associadas a recompensa, emoção e processamento facial quando as mulheres olhavam para fotos de crianças, de seus filhos, de cachorros e de seus cachorros.

Os resultados da pesquisa mostraram que o cérebro das mulheres ativou de forma similar quando elas olhavam para fotos de seus filhos e de seus cães.  Mais ainda, quando as mulheres olhavam para as fotos de seus cães, mais áreas relacionadas a recompensas eram ativadas do que quando elas olhavam para os seus filhos.  Isso revela que quando o assunto é cachorros, várias mães enxergam pouca diferença entre seus cães e seus filhos.  Até a ciência mostra o quanto os nossos filhos peludos alegram nossas vidas e nos trazem felicidade e bem estar.

Pais aplicam a mesma disciplina em seus filhos e cães

Uma pesquisa online conduzida com mil pessoas pela Kelton Research, revela a mudança em como enxergamos os cachorros, que estão cada vez mais tomando o papel de membros da família.  No estudo, 60% das pessoas responderam que seus cães hoje são mais importantes nas suas vidas do que os cães que eles já tiveram no passado e 66% acreditam que tratam os seus cães de forma melhor e mais carinhosamente do que seus pais e mães anteriormente.

Mais interessante, 81% dos participantes consideram seus cães um membro da família com o mesmo status que seus filhos.  Ainda mais, 54% consideram ser pais dos seus pais ou invés de seus donos.  Até na hora de disciplinar os membros da família, pais disciplinam seus filhos e cães da mesma forma.  Aliás, 54% dos participantes aplicam a mesma forma de disciplina nos seus filhos e cães.

Se apaixone mais ainda pelo seu cachorro

Nesse vídeo abaixo, vemos mais ainda esse papel lindo que os cães têm nas nossas vidas.  Depois de assisti-lo, não tem como não se apaixonar ainda mais por eles e se sentir a mulher mais sortuda por ter um peludo assim na sua vida.  Aproveite todos os minutos que você tem com o seu cachorro e se divirta com as coisas “malucas” que ele faz você fazer, desde comprar roupas decorativas até faltar no trabalho só por que estava doentinho.

Como você enxerga o seu cachorro?

Remover as unhas do seu gato poderá ser banido por lei

O processo de remover permanentemente a unha do gato é algo extremamente doloroso e que afeta a confiança do gato para o resto de sua vida. Fjallraven Kanken Large Além de sentir dores na região das patas, o gato não conseguirá mais subir nas coisas, pular e, em vários casos, se equilibrar.

Gatos sem unhas brigam mais, mordem mais e deixam de usar a caixa sanitária

Não podendo agir como um gato normal, vários gatos que passam por esse procedimento começam a exibir problemas comportamentais. New Balance Pas Cher En Ligne Aliás, de acordo com a especialista em gatos, Shelley Thayer, gatos com unhas removidas têm maior chances de morder os donos. Under Armour CurryPas Cher Sem poder se defender com as unhas no seu dia-a-dia, eles acabam sentindo mais medo e mordem como forma de se defenderem.

Gato sem unha

Ela explica também que a pata do gato fica muito mais sensível após a operação. Baskets Under Armour Com isso, os gatos sentem dor até na hora de andar e, por conta da nova sensibilidade nas patas, várias vezes deixam de usar a caixa sanitária.

Enquanto vários apoiadores do procedimento explicam que remover as unhas dos gatos é uma forma de mantê-los longe de abrigos, dado que eles não serão devolvidos por estragar os móveis ou arranhar os donos, os problemas comportamentais que comumente surgem depois do procedimento mostram que esse nem sempre é o caso.

Nova Iorque pode ser o primeiro estado a banir a remoção de unhas em gatos

Esse processo, que várias vezes é feito pelo dono para que o gato não estrague os móveis da casa, talvez será banido pela primeira vez, no estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Eles realmente vêem coisas que nós não vemos

gatos visao ultravioleta

Todo mundo já se deparou com um gato, ou cachorro, olhando “pro nada”. E caçando o “nada”. sac a dos kanken Surpreendentemente, uma pesquisa publicada na Proceedings of the Royal Society B mostrou que eles realmente estão vendo coisas que são invisíveis para nós: os raios ultravioletas.

Gatos, cachorros, renas, morcegos, furões, alguns pássaros e insetos têm olhos que conseguem captar essa forma de luz, enquanto a estrutura ocular humana impede que os raios cheguem à retina. Isso significa que para eles o mundo é muito mais cheio de marcas, listras e manchas psicodélicas do que para nós.

Flores que humanos vêm como sendo de uma cor só, podem ter várias marcas e texturas em ultravioleta. Além disso, os pássaros têm marcações chamativas nas penas que passam despercebidas para humanos, mas são visíveis para esse animais. Nike Air Max Goedkoop Outra coisa que estamos perdendo são as marcações de xixi. Fjallraven Kanken No.2 Se enxergássemos como eles, provavelmente veríamos à distância várias manchas nos postes, caçambas, calçadas e até naquele tapete da sala que o pet já marcou quando ainda era bebê.

Isso pode explicar porque os gatos ficam tão obcecados com uma folha de papel. Muitos clareadores industriais usados para deixar o papel branco têm um brilho que absorve raios ultravioleta, o que pode fazer aquele sulfite que você deixou em cima da mesa ter uma aparência bem curiosa para seu gato. O mesmo acontece com alguns tecidos, tintas, cosméticos e produtos de limpeza.

Os pesquisadores responsáveis pela descoberta são o biólogo especialista em visão da City University London Ronald Douglas e o neurocientista da University College London Glen Jeffery. fjallraven kanken backpacks uk Douglas explica, porém, que esse “superpoder” tem um viés – a visão fica menos nítida: “Se tem uma coisa que os humanos são bons é enxergar detalhes. shaly.fr Talvez por isso tenhamos lentes que filtram o UV. Nike Pas Cher Se não tivéssemos, o mundo ia parecer mais embaçado.”

Agora, para matar nossa curiosidade de como eles vêm o mundo sem perder a nitidez, é só comprar uma luz negra.